Arquivo da tag: Dra. Liliam

Festa Junina – Arraial Light

Canjica, pipoca, paçoca, quentão… Em volta da fogueira, quem é que resiste? Junho é recheado de comidinhas tentadoras. Não fique na vontade… Quer economizar outro tanto de calorias? Queime-as dançando a quadrilha!

Quentão Sem Álcool

Ingredientes:4 xíc. (chá) de água4 xíc. (chá) de suco de maçã light3 rodelas médias de limãoCasca de 1/2 laranja

6 rodelas finas de gengibre fresco

1 canela em pau

3 anizes-estrelados

4 cravos-da-índia

1 col. (sopa) de adoçante culinário

  Modo de fazer:Em uma panela, coloque a água, o suco de maçã, o limão, a casca de laranja e as especiarias. Ferva por 7 minutos, acrescente o adoçante e sirva quente.Rendimento:12 copinhos (60 ml)Calorias por porção: 20 kcal (o tradicional tem 120 calorias)
Bolo de fubá
Ingredientes:4 gemas4 claras em neve1 xíc (chá) de adoçante culinário4 col. (sopa) de margarina light3/4 de xíc (chá) de fubá3/4 de xíc (chá) de farinha de trigo1 col (sopa) de fermento em pó3/4 de xíc (chá) de leite desnatado2 col. (sopa) de requeijão light1 col. (sopa) de sementes de erva-doce
Modo de Fazer: Bata na batedeira as gemas com o adoçante e a margarina. Desligue o aparelho e misture delicadamente a farinha, o fubá, e o fermento peneirados e o leite. Acrescente as claras o requeijão e a erva doce. Coloque em uma fôrma untada com margarina light e leve ao forno pré-aquecido a 180o. C durante 45 minutos, aproximadamente. Espere esfriar e polvilhe canela em pó.Rendimento: 16 fatiasCalorias por porção: 118 kcal (o tradicional tem 354 kcal)
Canjica
Ingredientes: 1 1/2 xíc.(chá) de canjica4 xic.(cha)de água2 xic.(cha)de água-de-coco2 pedaços de canela em pau4 col (sobremesa) de adoçante culinário4 xic. (cha) de leite desnatado5 col (sopa) de coco ralado light
Modo de Fazer: Deixe a canjica de molho em água por 8 horas. Escorra, coloque na panela de pressão e acrescente a água a água-de-coco, a canela e 1 colher do adoçante culinário. Leve ao fogo e espere a panela de pressão pegar pressão e cozinhe por 15 min. Abra a panela, acrescente o restante do adoçante,o leite e o coco ralado. Ferva por mais 5 minutos. Tampe a panela e deixe esfriar.Sirva com canela em pó (ou 1 col de sopa da paçoca).
Rendimento: 10 xícaras de 150 ml
Calorias: 90 kcal ( a tradicional tem 270)
Curau
Ingredientes:4 xíc (chá) de leite desnatado2 latas de milho escorrido6 col (sopa) de adoçante culinário1 col (sopa) de margarina Light1 col (sopa) de maisena1 col (café) de essência de baunilha1 col (sob) de canela em pó
Modo de fazer: Bata no liquidificador o leite, o milho, o adoçante, a margarina e a maisena. Passe pela peneira e coloque numa panela antiaderente. Leve ao fogo médio e mexa até ficar um creme grosso. Acrescente a baunilha e distribua em taças e polvilhe com a canela. Deixe esfriar. Leve a geladeira por 30 minutos antes de servir.Rendimento: 12 taças 100 mlCalorias por porção: 60 kcal (o tradicional tem 240 kcal)

Dicas:

– A pamonha combina mais com a dieta que a paçoca. Podemos substituir a paçoca pela pamonha, ou a canjica pelo pé-de-moleque. São opções menos calóricas, mas que não deixam de ser saborosas.
– Troque o doce de leite pelo de abóbora ou pelo de batata-doce.

– Prefira um copo pequeno de quentão (120 ml) a uma latinha de cerveja (300 ml).

– Se achar melhor, opte pela canjica no lugar do chocolate quente.

Confira outras possíveis “trocas saudáveis”:

 

Espetinho de carne

melhor que

Hot Dog

Pipoca

melhor que

Amendoim

Canjica ou Curau

melhor que

Pé-de-moleque

Maçã do amor

melhor que

Doce de coco

Bolo de milho

melhor que

Cocada

Milho cozido

melhor que

Cuzcuz

Bolo de fubá

melhor que

Bolo de chocolate


Aí vão algumas dicas de como aproveitar esses quitutes com consciência:

Moderação: a chave para não passar vontade. Ao invés de passar vontade, saiba comer um pouco de cada coisa, sem exageros.
Cuidado com o grande vilão junino: o frio! Todo mundo sabe que frio é sinônimo de comer muito e, de preferência, só alimentos apetitosos e que transbordam calorias. É aconselhável que os alimentos ricos em carboidratos sejam consumidos na hora do almoço, para que o corpo tenha tempo de “queimá-los” ao longo do dia. Para piorar a situação, as roupas de inverno, que sempre escondem as formas do corpo, criam a ilusão de que não estamos engordando. Nem pense em extrapolar nas guloseimas!
Sair de casa de estômago vazio? Nem pensar! Antes de ir a tal festa junina, faça uma refeição leve.
Fazer escolhas é o caminho! Sim, a festa junina é recheada de alimentos saborosos. Mas será que você não pode abrir mão de um ou outro? De forma consciente, coma apenas o que realmente tiver vontade. Se estiver com dificuldades em “fechar a boca”, pare e pense: “Eu realmente quero comer isso?”. Na pior das hipóteses, você vai comer um, ao invés de três maçãs do amor.
Vai festejar em casa? Receitas criativas são ótimas pedidas! Trocar alguns ingredientes nas receitas é muito simples e, o melhor, o sabor é praticamente o mesmo. Substituir leite integral por desnatado, diminuir a quantidade de farinha, trocar o leite de coco pelo coco ralado…
Culpa? Esqueça essa palavra. Se, mesmo depois de todas essas dicas, você não resistiu e comeu mais que deveria, muita calma. Sentir-se culpado certamente não é o melhor caminho. Então, relaxe, respire fundo e saboreie a guloseima. Pra não pôr tudo a perder, que tal se controlar no dia seguinte? Fazer refeições leves e de baixa caloria fará com que você se sinta melhor, pode ter certeza.

Aos exagerados, a quadrilha! Uma coisa é certa: fazer exercícios físicos após exagerar nos quitutes está longe de ser um prazer – ainda mais no frio. Então, aproveite o clima junino e se exercite “à caráter”: que tal dançar a quadrilha? A idéia, além de original, ajuda a queimar muitas calorias!



Alimento

Calorias

Quantidade

Peso

Doce de Leite

116

1 colher de sopa cheia

40 gramas

Doce de abóbora com coco

86

1 colher de sopa cheia

40 gramas

Doce de banana em calda

39

1 colher de sopa cheia

48 gramas

Doce de mamão verde

78

1 colher de sopa cheia

40 gramas

Paçoca

115

1 unidade

30 gramas

Pé-de-moleque

88

1 unidade

20 gramas

Doce de coco

235

1 colher de sopa cheia

50 gramas

Cocada

404

1 unidade média

70 gramas

Arroz doce

197

1 pires

120 gramas

Canjica

136

1 pires

120 gramas

Pamonha

190

1 unidade

100 gramas

Curau

180

1 xícara de chá

120 gramas

Quindim

111

1 unidade média

35 gramas

Cachorro-quente

213

1 unidade

Varia

Churrasquinho no espeto

205

1 unidade

100 gramas

Maçã do amor

462

1 unidade

150 gramas

Milho verde cozido

320

1 unidade

Varia

Liliam Teixeira Francisco

Nutricionista – CRN 2001100044-3

Consultórios:

Barra: Città America – Av. das Américas, 700 sala 343 bloco 6 –  Tel.: 2484-5028

Niterói: Rua Cel Moreira César, 229 sala 1712 – Shopping Icaraí – Tel.: 2246-0234

Méier: Rua Dias da Cruz, 556 sala 101 – Tel.: 2289-9403 / 3273-2772

Copacabana: Av. N. Senhora de Copacabana, 1052 sala 901 – Tel.: 2246-0234

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Colunas, ENDOdiagnostic, Receitas

Mudança de Hábito e Estabilização do Peso

Dentre as várias dificuldades do nosso dia a dia, perder peso e fazer atividade física são sempre um grande desafio. Perder peso é um processo que envolve vontade férrea, disciplina e mudança de certos hábitos. Esses fatores contribuem muito para o sucesso na manutenção de um peso saudável.

Para que se consiga sucesso é imperioso passar por este processo de aprendizagem, que consiste em orientações nutricionais específicas, onde conhece e aprende novos hábitos alimentares, proporcionando a escolha correta dos alimentos das suas refeições, tanto quantitativo quanto qualitativamente falando. Desta forma, podemos dizer que independente da causa ou tipo de obesidade, a reeducação alimentar é fundamental, devendo estar associada a um adequado programa de atividade física.

Reeducação alimentar não é regime, mas a forma de resgatar o verdadeiro sentido da alimentação: nutrir o corpo da maneira mais correta possível. Nesse processo, fatores psicológicos também são importantes para perder peso e manter o peso estável. A força de vontade que tanto se fala, reside muito no fato de se procurar assegurar a estabilidade emocional.

Com o trinômio (alimentação equilibrada, exercícios físicos e estabilidade emocional) pode-se, sim, manter um peso saudável!

Obviamente, se fosse fácil, não estaríamos aqui discutindo o assunto. Mas não é impossível, desde que acreditemos em nós mesmo e em nosso potencial. E pense sempre que você não está sozinho. Há sempre alguém com você, e sempre haverá alguém para ajudá-lo.

Ao invés de fechar a boca, abra sua mente! Siga em Frente!

Liliam Teixeira Francisco

Nutricionista – CRN 2001100044-3

Consultórios:

Barra: Città America – Av. das Américas, 700 sala 343 bloco 6 –  Tel.: 2484-5028

Niterói: Rua Cel Moreira César, 229 sala 1712 – Shopping Icaraí – Tel.: 2246-0234

Méier: Rua Dias da Cruz, 556 sala 101 – Tel.: 2289-9403 / 3273-2772

Copacabana: Av. N. Senhora de Copacabana, 1052 sala 901 – Tel.: 2246-0234

Deixe um comentário

Arquivado em Colunas, ENDOdiagnostic

Dicas para um Happy Hour Light

Foto do dia 05/Dez de 2009 - Dia em que eu conheci o Felipe

Quem resiste a um convite para um happy hour com os amigos? Mas como equilibrar manter o peso e aquela saidinha?

Bom, se você souber se comportar nessas ocasiões e não aceitar esse convite todos os dias, não terá problemas com a balança. A dra. Liliam preparou algumas dicas para isso:

– Primeiro lugar, não se esqueça de fazer o lanche da tarde no seu trabalho, não vá ao bar com fome, assim fica difícil resistir, além de você correr o risco de passar mal, caso beba apenas bebida alcoólica

– Batata, mandioca (aipim), polenta, camarão, peixe e linguiça são exemplos de petiscos fritos que devem ser evitados. Quando submetidos à imersão, tais alimentos incorporam grande quatidade de óleo, aumentando de forma significativa o valor calórico da preparação.

– Outros alimentos que não são fritos, mas também fornecem grande quantidade de gordura, e devem ser evitados são os queijos amarelos e embutidos, como provolone, parmesão, quijo suíço, prato, salame e presunto.

– Cuidade com o amendoim, você consome sme perceber uma quantidade abusiva. Para se ter uma ideia 1 xícara de amendoim tem mais de 500 Kcal.

– Porção de salgado assado, pastel de forno, torradas, pão com alho, bruscheta, palmito em conserva, picles, kani kama, tremoços, azeitona, queijo minas, carne ou frango na chapa são boas opções de petisco.

–  Cerveja! Torna-se um desafio tentar se controlar depois do primeiro gole, especialmente se você é o único na roda de amigos que está em busca de um corpo saudável. Mas não se esqueça, moderação! A cerveja light e sem álcool apresentam menos calorias.

– Para os que vão ao happy hour e não tem costume de ingerir bebida alcóolica, a dica é dar preferência à água, refrigerante liht/diet/zero ou suco natural (sem açúcar ou com adoçante).

Deixe um comentário

Arquivado em Colunas, ENDOdiagnostic

Expectativas

Minha caneca com tema novo

Lá se foram 5 meses… já!

Nessa quinta-feira será minha quinta consulta com a dra. Bianca e a dra. Liliam. Nesse tempo eu tive várias reações ao me dirigir ao consultório: ansiedade, antecipação, frustração, medo, felicidade… Mas hoje sinto calma. Eu entendi com o passar do tempo que manter o peso e emagrecer são exercícios diários e para a vida toda, não apenas para o tempo que eu estiver com o balão.

Nessa páscoa tive mais ainda essa certeza. Conheci a Beatriz, um doce de pessoa, jovial, alegre, divertida. Ela fez o procedimento do balão intra-gástrico e perdeu 37 quilos. Infelizmente ela já ganhou tudo de novo. Minha sogra já tinha me falado do caso dela, mas eu não tinha entendido o porquê.

Conversando diretamente com a Beatriz (incrivelmente jovem pra idade dela!!) ela me contou que não teve nem a oportunidade de reeducar a alimentação durante o processo do balão, colocaram muito e ela ficou a maior parte do tempo vomitando. Além disso não teve acompanhamento nutricional e psicológico.

Conversamos bastante sobre isso e vi, mais que nunca, que o balão não é o agente “milagroso” da mudança, mas uma facilitador. O grande segredo da mudança de comportamento está em nós mesmo, na nossa cabeça.

E me deu ainda mais certeza que fiz a escolha certa indo na Endodiagnostic, que foi uma clínica muito boa e responsável com o meu procedimento. Tive neles todo o suporte que precisei durante todo esse tempo. Agradeço muito!

Ainda tenho certas oscilações, às vezes eu acho que engordei tudo de novo, às vezes acho que estou bem e emagreci. Algumas fotos que olho me acho enorme, outras me acho muito bonita. Mas e quando foi diferente?

O que mudou em mim hoje é a vontade de agir de forma diferente, de cuidar de mim, de ter saúde, de me sentir bem. Afinal, não é isso que todos nós queremos de uma forma ou de outra?

3 Comentários

Arquivado em diário, Emocional, ENDOdiagnostic, Eu e o balão

Nutricionista lista os 10 piores alimentos para sua saúde

Hoje eu vi um post sobre os piores alimentos para a saúde, no blog Mercado Ético, que reproduzo a seguir:

Que atire a primeira pedra quem não se rende a um fast food, salgadinho ou cachorro-quente e depois fica preocupado com as calorias que ingeriu. Mas o que pouca gente sabe é que os perigos desses alimentos vão muito além da questão estética e podem ser um risco para a saúde. Para esclarecer esses problemas, a nutricionista Michelle Schoffro Cook listou os dez piores alimentos de todos os tempos.

10º lugar: Sorvete

Apesar de existirem versões mais saudáveis que os tradicionais sorvetes industrializados, a nutricionista adverte que esse alimento geralmente possui altos níveis de açúcar e gorduras trans, além de corantes e saborizantes artificiais, muitos dos quais possuem neurotoxinas – substâncias químicas que podem causar danos no cérebro e no sistema nervoso.

9º lugar: Salgadinho de milho

De acordo com Michelle, desde o surgimento dos alimentos transgênicos a maior parte do milho que comemos é um “Frankenfood”, ou “comida Frankenstein”. Ela aponta que esse alimento por causar flutuação dos níveis de açúcar no sangue, levando a mudanças no humor, ganho de peso, irritabilidade, entre outros sintomas. Além disso, a maior parte desses salgadinhos é frita em óleo, que vira ranço e está ligado a processos inflamatórios.

8º lugar: Pizza

Michelle destaca que nem todas as pizzas são ruins para a saúde, mas a maioria das que são vendidas congeladas em supermercados está cheia de condicionadores de massa artificiais e conservantes. Feitas farinha branca, essas pizzas são absorvidas pelo organismo e transformadas em açúcar puro, causando aumento de peso e desequilíbrio dos níveis de glicose no sangue.

7º lugar: Batata frita

Batatas fritas contêm não apenas gorduras trans, que já foram relacionadas a uma longa lista de doenças, como também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em alimentos: a acrilamida, que é formada quando batatas brancas são aquecidas em altas temperaturas. Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar as batatas se torna rançosa na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, gerando alimentos que podem causar inflamações no corpo e agravar problemas cardíacos, câncer e artrite.

6º lugar: Salgadinhos de batata

Além de causarem todos os danos das batatas fritas comuns e não trazerem nenhum benefício nutricional, esses salgadinhos contêm níveis mais altos de acrilamida, que também é cancerígena.

5º lugar: Bacon

Segundo a nutricionista, o consumo diário de carnes processadas, como bacon, pode aumentar o risco de doenças cardíacas em 42% e de diabetes em 19%. Um estudo da Universidade de Columbia descobriu ainda que comer 14 porções de bacon por mês pode danificar a função pulmonar e aumentar o risco de doenças ligadas ao órgão.

4º lugar: Cachorro-quente

Michelle cita um estudo da Universidade do Havaí, que mostrou que o consumo de cachorros-quentes e outras carnes processadas pode aumentar o risco de câncer de pâncreas em 67%. Um ingrediente encontrado tanto no cachorro-quente quanto no bacon é o nitrito de sódio, uma substância cancerígena relacionada a doenças como leucemia em crianças e tumores cerebrais em bebes. Outros estudos apontam que a substância pode desencadear câncer colorretal.

3º lugar: Donuts (Rosquinhas)

Entre 35% e 40% da composição dos donuts é de gorduras trans, “o pior tipo de gordura que você pode ingerir”, alerta a nutricionista. Essa substância está relacionada a doenças cardíacas e cerebrais, além de câncer. Para completar, esses alimentos são repletos de açúcar, condicionadores de massa artificiais e aditivos alimentares, e contém, em média, 300 calorias cada.

2º lugar: Refrigerante

Michelle conta que, de acordo com uma pesquisa do Dr. Joseph Mercola, “uma lata de refrigerante possui em média 10 colheres de chá de açúcar, 150 calorias, entre 30 e 55 mg de cafeína, além de estar repleta de corantes artificiais e sulfitos”. “Somente isso já deveria fazer você repensar seu consumo de refrigerantes”, diz a nutricionista.

Além disso, essa bebida é extremamente ácida, sendo necessários 30 copos de água para neutralizar essa acidez, que pode ser muito perigosa para os rins. Para completar, ela informa que os ossos funcionam como uma reserva de minerais, como o cálcio, que são despejados no sangue para ajudar a neutralizar a acidez causada pelo refrigerante, enfraquecendo os ossos e podendo levar a doenças como osteoporose, obesidade, cáries e doenças cardíacas.

1º lugar: Refrigerante Diet

“Refrigerante Diet é a minha escolha para o Pior Alimento de Todos os Tempos”, diz Michelle. Segundo a nutricionista, além de possuir todos os problemas dos refrigerantes tradicionais, as versões diet contêm aspartame, que agora é chamado de AminoSweet. De acordo com uma pesquisa de Lynne Melcombe, essa substância está relacionada a uma lista de doenças, como ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, defeitos de nascimento, cegueira, tumores cerebrais, dor torácica, depressão, tonturas, epilepsia, fadiga, dores de cabeça e enxaquecas, perda auditiva, palpitações cardíacas, hiperatividade, insônia, dor nas articulações, dificuldade de aprendizagem, TPM, cãibras musculares, problemas reprodutivos e até mesmo a morte.

“Os efeitos do aspartame podem ser confundidos com a doença de Alzheimer, síndrome de fadiga crônica, epilepsia, vírus de Epstein-Barr, doença de Huntington, hipotireoidismo, doença de Lou Gehrig, síndrome de Lyme, doença de Ménière, esclerose múltipla, e pós-pólio. É por isso que eu dou ao Refrigerante Diet o prêmio de Pior Alimento de Todos os Tempos”, conclui.

Como eu tenho muita confiança na dra. Liliam, eu decidi perguntar pra ela se essas coisas eram verdade, ela disse:

“Concordo com tudo. 

Só a parte do aspartame que ainda não vi todas aquelas doenças comprovadas totalmente….mas acredito que o grande consumo seja o vilão. Tudo pode ser ingerido, porém adote 1x por semana para escolher uma única opção.”

Por isso, cuidado com os alimentos acima :S

Deixe um comentário

Arquivado em Colunas, Mudando meus hábitos, Notícias

Receita para a Páscoa

Ontem eu fiz um post sobre como passar a páscoa sem sofrer, e logo pelo twitter a querida @olhosespanhois pediu uma receita com peixe. Por isso, a seguir, uma receita que recebi da dra. Liliam também.

Imagem retirada do site Receitas da Aline - receitasdaline.blogspot.com

 

Caesar Salad de Bacalhau

Ingredientes: 300 g de bacalhau, suco de 1 limão, 4 fatias de pão cortado em cubos, 4 colheres de sopa de azeite, 1 alface, 1 pão francês ralado, 30 g de queijo parmesão light ralado, 4 anchovas, pimenta a gosto, sal a gosto, 2 dentes de alho esmagados, 1 colher de chá de molho inglês.

Modo de Preparo: Misturar bem o sumo de limão, metade do azeite, a pimenta, o sal e o alho. Pegar os cubos de pão com um pouco de azeite e dourá-los no forno. Separe duas colheres de queijo ralado e misture o pão ralado restante. Untar o bacalhau com o restante do azeite e passá-los pela mistura de pão e queijo ralados. Levar ao forno aquecido a 225ºc durante 12 minutos. Enquanto se prepara o peixe, partir as folhas de alface, lavada e escorridas nos pratos, regar com um pouco de molho e polvilhar no queijo ralado que sobrar. Colocar o bacalhau sobre a alface, os cubos de pão, as anchovas e regar com o molho restante.

Parece bem gostoso!! Espero que todos gostem da receita!

Deixe um comentário

Arquivado em Colunas, ENDOdiagnostic, fome, Receitas

Truques para a Páscoa

Vocês acham que a dra. Liliam ia me deixar desamparada na páscoa?! Claaaro que não. Por isso na última consulta ela me passou um texto muito bom sobre como driblar a tentação do chocolate durante esse período.

Quem é que não espera ansiosamente o domingo de Páscoa? Assim como o Natal, a Páscoa é o dia em que as famílias se reúnem em volta de uma mesa farta para se deliciarem com tortas, pães recheados, bolos, colombas pascais, doces e chocolates! Mas, não é porque você está seguindo um plano alimentar para perda ou manutenção de peso que deixará de comer essas gostosuras, não é?

Para isso, é preciso conhecer melhor as opções e o limite de ingestão para não extrapolar na quantidade adequada. Antes de tudo, planeje seu almoço de páscoa. Independente de ser em casa ou em um restaurante, escolha alimentos de fácil digestão e com baixo valor calórico, como:

* Saladas à base de verduras e legumes, temperadas com azeite, limão, sal ou mostarda. Evite maionese e molhos cremosos.

* Carnes magras: como cortes bovinos – lagarto, filé mignon, coxão duro, coxão mole e patinho; peixe de músculo claro – bacalhau, badejo, corvina, garoupa, linguado, pescada; e aves – principalmente da região do peito e sem pele.

* Acompanhamentos: arroz, batata cozida ou assada, polenta, massas com molho simples, como o de tomate (esqueça aqueles com creme de leite ou leite de coco pois, são muito gordurosos).

* Sobremesas: opte pelas frutas típicas, utilizando-as picadas, na forma de saladas de fruta, com gelatina, cozidas ou assadas (com canela e adoçante). Evite os cremes, mousses, pavês, tortas ou bolo com recheio, por conterem muita gordura em sua composição (proveniente dos ovos, mateiga ou margarina e creme de leite) e sã muito calóricos.

Na páscoa é muito comum a troca de presentes especialmente a de ovos de chocolate. Se você não está querendo “cair na tentação” de consumir muito doce, avise seus familiares e amigos que este ano, ao invés de ganhar ovos imensos, você prefere uma caixinha de bombons ou um ovo menor (como o número 9, que contém aproximadamente 75g).

Se você é o único na casa que segue um plano alimentar para emagrecer, não vá ao supermercado comprar doces, colombas pascais ou chocolates para presentear os familiares. Imagine só a vontade que você irá passar! É bem provável que não resista e acabe comprando também para você.

Para evitar esse constrangimento, peça a um parente ou amigo que faça essas compras. Lembre-se que a quantidade a ser comprada deve ser limitada: o consumo de doces em excesso não é saudável nem para quem está acima do peso, nem para quem é magro.

No caso de você já ter ganho, mesmo antes da páscoa, um farto ovo de chocolate ou mesmo uma colomba pascal, o que fazer? Ficar com vontade de comê-lo não é benéfico para ninguém. No entanto devorá-lo em poucos minutos também não é.

Para não se descontrolar, você pode resolver essa questão de duas maneiras: abra o presente, experimente um pedacinho e compartilhe com a família e amigos, assim, sua tentação logo irá acabar; ou coma um pouquinho  e guarde o restante em um recipiente, de tal forma que você possa ir consumindo aos poucos, ao longo de toda a semana.

No caso da colomba, você poderá consumir uma fatia fina, de manhã, no lugar do pão ou torrada e no caso do chocolate, uma porção do tamanho de um bombom poderá substituir a sobremesa do almoço.

Coma aos poucos, até acabar. Dessa forma, você não sobrecarregará seu organismo de calorias extras e nem sua consciência de culpa.

Muitas pessoas acreditam que o chocolate diet possui menos calorias que o tradicional. Não se iluda! Apesar de não possuir açúcar e sim adoçante, esse tipo de chocolate, em geral, contém um teor maior de gordura para ter a mesma consistência de um chocolate comum. Aí que mora o perigo, pois dessa forma, ele acaba sendo tanto ou até mais calórico que o tradicional. Portanto, ele é indicado para pessoas diabéticas e não para quem deseja emagrecer.

Seguindo essas dicas, você não correrá o risco de exagerar na alimentação e não terá o sentimento de “arrependimento”, típico das segundas-feiras após grandes festas.

 

Liliam Teixeira Francisco

Nutricionista – CRN 2001100044-3

Consultórios:

Barra: Città America – Av. das Américas, 700 sala 343 bloco 6 –  Tel.: 2484-5028

Niterói: Rua Cel Moreira César, 229 sala 1712 – Shopping Icaraí – Tel.: 2246-0234

Méier: Rua Dias da Cruz, 556 sala 101 – Tel.: 2289-9403 / 3273-2772

Copacabana: Av. N. Senhora de Copacabana, 1052 sala 901 – Tel.: 2246-0234

 

1 comentário

Arquivado em chocolate, Colunas