Arquivo do mês: abril 2010

Feriados, Casa da Avó e o Regime…

Muitos dias sem escrever.

Mas as coisas se subrepuseram de maneira louca! Muito trabalho + viajar no feriado + visitar os parentes = Muitos dias sem caminhar +sair da dieta. Sério, eu tive a impressão de ter comido o dobro que geralmente como quando estive em Campo Grande.

Primeiro que cada lugar que vamos a família oferece alguma coisa para comer. Depois que com a maratona das visitas, do trabalho e das saídas na casa dos amigos, fica ainda mais difícil se exercitar.

Pra ajudar fiquei com uma inflamação no dente! Cada vez que eu caminhava o bichinho começava a latejar.

É sempre assim com vocês também? Parece que as coisas vem todas de uma vez pra te tirar da rotina? Eu já não sou uma pessoa muito boa de rotina, e devo dizer que atrapalha bastante uma dor de dente.

Cheguei no Rio, fui no dentista e as coisas começam a voltar ao normal. Ainda bem.

Deixe um comentário

Arquivado em diário

A maldição da Segunda-feira?!

É na segunda que eu sinto dor na perna esquerda!

Caramba, impressionante! Nos outros dias de caminhada eu acabo rendendo mais que na segunda-feira. Será que isso é reflexo de ficar em “repouso” no final de semana?

Sei que hoje não rendi tanto quando costumo render, e não consegui fazer os 40 minutos.

Também sinto que logo vou precisar da orientação de algum personal ou acabdemia, não decidi ainda. Sinto que posso render muito mais com acompanhamento. Alguém indica um método que deu certo com você?

2 Comentários

Arquivado em diário

Depois da tempestade…

Ontem foi um dia muito #tenso aqui no Rio de Janeiro. Choveu muito, fiquei ilhada em casa, muitas pessoas morreram.

Foi realmente uma situação ruim, e confesso que tive medo algumas vezes durante o dia, e no final o estresse estava a mil. Claro que não foi possível sair para caminhar, nem nada. Mas me virei aqui em casa e até fiz uma sopa muito boa, com pouca gordura.

Hoje o Daniel estava muito ansioso pra sair, não era por menos, depois de ontem. E pra minha surpresa ele pediu pra comer sushi. Esse menino me mata de orgulho! Ele até come de palitinho (com um elástico na ponta, mas come, hehehehe).

Mas o mais legal mesmo foi quando fui colocar a roupa pra sair hoje. Tem um short meu que estava bem certinho, justo, e quando fui colocá-lo, estava um pouco largo! Hehehehehe, preciso me medir e pesar pra ter um relato mais completo. Mas já fiquei feliz.

Foi uma coisa pequena, mas significativa pra mim. 😀

1 comentário

Arquivado em diário

Segunda-feira à la Garfield

Hoje foi o primeiro dia que eu tive dificuldade de caminhar.

Primeiro que foi bem difícil acordar nesse tempinho chuvoso, e uma dor de cabeça mostra me atacou.

Depois, na hora de caminhar me deu dor nas pernas. Sabe quando parece que o sangue está com dificuldade de circular? Então.

Mas eu continuei, nada de desanimar! Fiquei orgulhosa de mim nesse sentido. Mas devo admitir que Walking Tall do MindFlow me ajudou bastante. Vou colocar a música aqui pra vocês ouvirem.

A letra é bem inspiradora. Vou colocar o refrão aqui, só a título de curiosidade.

I am Impossible to overcome
Unreachable
Stronger than before
I’m walking tall now
Unbreakable
So prove me wrong
Tell me I was living a lie
Tell me I was living a lie

1 comentário

Arquivado em diário

Renascimento e ovos de chocolate

#comofas em plena páscoa para não cair na tentação de comer milhares de calorias disfarçadas de simbolos de renascimento?

Hoje eu fiquei super satisfeita comigo mesma, minha mãe abriu um ovo de Alpino bem na minha frente e eu disse que não queria. Não comi nenhum pedaço! Só pra não dizer que nem coloquei na boca, eu cortei um pedaço para o Daniel com o meu dente, e depois dei o chocolate pra ele. Olha só, eu tive o chocolate NA MINHA BOCA e não comi!

Pra ninguém aqui pensar que eu enlouqueci de vez, eu só não comi porque estava satisfeita. Tinha acabado de comer o almoço e não tive vontade.

Eu pensei, essa não é exatamente a situação que tentamos evitar? Comer sem estar com fome. Pois é, achei que essa era a mudança de atitude que eu preciso. Não vou mais comer se não estiver com fome ou precisando me alimentar. Pronto.

E quando estiver com muita vontade de comer chocolate, eu separo uma das refeições pra comer um pedaço. Aí eu como um bombom, que é mais que o suficiente pra matar a vontade de doce.

Hoje eu caminhei de noite também. E sentir o vento e não ter o sol, devo confessar que me deu até mais ânimo!

Estou super bem disposta e aninamda! Não senti nenhuma dor em momento nenhum.

Estou louca pra pintar meu cabelo de vermelho, hehehe…

4 Comentários

Arquivado em diário